Fundação do Conselho da Diáspora Portuguesa
com o Alto Patrocínio da Presidência da República

O Conselho da Diáspora Portuguesa foi fundado sob o Alto Patrocínio do Presidente da República, constituído Presidente Honorário da associação, e do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros como Vice-Presidente Honorário.

Vinte e quatro membros fundadores subscreveram o acto de Constituição do Conselho, realizado no Palácio de Belém, em 26 de Dezembro de 2012.

Na ocasião, o então Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, sublinhou: «O reforço das relações com as comunidades portuguesas e de luso descentes espalhadas pelo mundo têm sido uma grande prioridade dos meus mandatos desde o seu primeiro dia. E por isso não posso deixar de congratular a constituição do Conselho da Diáspora Portuguesa, uma iniciativa de um grupo de portugueses que vive e trabalha no estrangeiro, ocupando posições de grande destaque.

O Conselho da Diáspora Portuguesa desenvolve a ideia de mobilizar portugueses de influência para contribuírem para a melhoria da imagem e credibilidade de Portugal no estrangeiro e dar a conhecer as potencialidades do nosso país, dando corpo a uma missão que é a de estruturar uma rede de talentos e de competências que existem nas comunidades portuguesas nos domínios da economia, cultura, ciência e cidadania.

Dirijo os meus sinceros parabéns aqueles que contribuíram para tornar possível a criação deste Conselho da Diáspora Portuguesa, em especial ao grupo de fundadores, que se dispuseram a dar o seu contributo para ajudar Portugal.»

Eixos centrais de actuação do
Conselho da Diáspora Portuguesa

O Conselho da Diáspora Portuguesa tem como eixos fundamentais de actuação:

Promover e organizar a institucionalização de uma rede de contactos entre os portugueses e luso-descendentes a residirem no exterior;

Estruturar e coordenar um processo de comunicação regular entre os membros da rede;

Fomentar e aprofundar as relações e actividades de ligação entre os membros da associação e as instituições nacionais;

Estabelecer e aprofundar as ligações da associação com outras redes de comunidades portuguesas no exterior.