Para ajudar a desbloquear o crescimento económico, o African Development Bank (AfDB) está a coordenar a implementação de uma estratégia de desenvolvimento para os países africanos de Língua Portguesa.

Na preparação da implementação desta iniciativa, o AfDB e o Governo de Portugal assinaram um acordo para dar formação de Língua Portuguesa aos funcionários do banco interessados em aprender português, bem como serviços de tradução de conferências profissionais.

O acordo de cooperação de aprendizagem da língua, assinado pelo Instituto para a Cooperação e para a Língua Portuguesa (Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.) e o banco na sede do AfDB em Abidjan, também fornece condições para tradução e disseminação dos documentos do projecto de aquisição e gestão financeira para Português.

“Os países lusófonos não são um grupo contínuo. Aquilo de que falamos aqui tem uma perspectiva cultural, linguística, política e económica. Acredito que Portugal vai ter um papel crucial na promoção de uma melhor integração”, disse o presidente do Banco  Akinwumi Adesina à delgação Portuguesa em visita, liderada por Teresa Ribeiro, Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação de Portugal.

“Enquanto banco, estamos comprometidos com isto. Estamos também satisfeitos com o acordo de formação de Português que assinamos”, disse Adesina.

Teresa Ribeiro elogiou o Adesina pela sua visão e o apoio do Banco aos países lusófonos. A Secretária de Estado saudou a possibilidade de um pacto que possa responder aos desafios que os países de língua portuguesa enfrentam.

“O que queremos alcançar com o African Development Bank é um programa muito ambicioso que responda a assuntos cruciais. Os países precisam do pacto para capacitar investidores”, disse.

Como parte do papel catalisador do Banco, é através dos laços históricos, culturais e linguísticos que unem os países africanos de Língua Portuguesa com Portugal e com o Brasil, que se estimula maiores ligações económicas, crescimento dos negócios do sector privado e oportunidades comerciais.

O African Development Bank está a planear uma sessão especial para investidores lusófonos no Africa Investment Forum, agendado para 7-9 de Novembro de 2018, em Joanesburgo, em África do Sul.

 

Por African Development Bank, Abril de 2018

Related Articles