O Conselho da Diáspora Portuguesa reúne-se no 6º Encontro Anual para debater o talento português e a atracção de investimento, a 21 de Dezembro, no Palácio da Cidadela, em Cascais, entre as 8.30 e as 13.00.

Tal como nos anos anteriores, os membros da diáspora e Conselheiros de Portugal no Mundo vão reunir com reconhecidos e influentes líderes do sector empresarial, academia, cultura, decisores públicos e organizações não governamentais, contando com a presença do Presidente Honorário do Conselho da Diáspora, Sua Excelência o Presidente da República, e o Vice-Presidente Honorário, Sua Excelência o Ministro dos Negócios Estrangeiros para as sessões de abertura e encerramento.

Na agenda do Encontro serão apresentados dois grandes desafios que na perspectiva do Conselho da Diáspora, se colocam num horizonte de médio prazo ao desenvolvimento do país e posicionamento estratégico no contexto internacional.

Como potenciar e projectar talento português em Portugal?” é o tema do 1º painel, tendo por base o estudo «Transforma Talento Portugal 2014», que analisou e diagnosticou a situação de geração e subaproveitamento dos talentos em Portugal, de onde resultaram 13 medidas prioritárias, e onde será dada a perspectiva internacional do que está a ser feito ao nível do Vocational Education Training, bem como das empresas na captação e retenção do talento. Os oradores deste painel serão Eli Eisenberg (Technical and Vocational Education Training – TVET), António Calçada de Sá (Conselheiro da Diáspora e Director Executivo no grupo Repsol, Espanha), Alberto Carvalho, (Conselheiro da Diáspora e superintendente do Miami-Dade County Public Schools, EUA).

Vantagens do contexto: como pode Portugal reforçar a sua competitividade?” é o tema do 2º painel que terá como base o «Global Competitiveness Report 2017-2018» elaborado pelo World Economic Forum, que posiciona Portugal no 42º lugar em 137 países analisados, sendo também o caso português apresentado como modelo passível de exportação para outros Estados membros. Será dada a perspectiva nacional do que está a ser feito ao nível da modernização da administração pública, bem como a perspectiva internacional do investidor-empresário e de como as empresas de gestão de investimentos privados seleccionam os países para investir e olham para Portugal.Os oradores do segundo painel serão John Melo (Conselheiro da Diáspora e CEO da Amyris Biotechnologies, EUA), Joana Rocha Scaff (Conselheira da Diáspora e Managing Director e Head of Europe Private Equity na Neuberger Berman, Inglaterra), Manuela Ferro (Conselheira da Diáspora e Vice-Presidente de Políticas de Operações e Serviços de País do Banco Mundial, EUA) e Luís Castro Henriques (Presidente da AICEP, Portugal).

Fernanda Freitas será a apresentadora do evento, bem como moderadora dos dois painéis.

No dia anterior, 20 de Dezembro, a 2ª Edição das ‘Conversas com a Diáspora’ será palco de entrevistas informais com Conselheiros da Diáspora, dirigido a um público mais jovem e empreendedor, de forma a partilhar ideias, experiências, casos de sucesso e insucesso no LACS (Communitivity of Creators), em Lisboa.

Em anos anteriores o Encontro Anual do Conselho da Diáspora lançou temas de debate como Liderança e Diversidade, Cibersegurança, Gerir na Era Digital, Diplomacia Cultural, Competências para o século XXI, o Desenvolvimento da Indústria Audiovisual em Portugal, Portugal como Nearshoring Go-To-Country, Prevenção da Doença e Promoção da Saúde ou Mobilidade Inteligente numa Economia Verde.

Assista ao VÍDEO do Encontro Anual 2017.

 

Por Conselho da Diáspora Portuguesa, Outubro de 2018

Related Articles