Com uma carreira bem sucedida no estrangeiro, a Conselheira da Diáspora, Joana Rocha Scaff, managing director e head of Europe Private Equity na Neuberger Berman, é hoje é uma das 50 pessoas mais influentes em private equity na Europa, em que apenas quatro são mulheres.

“Foi o melhor dos tempos, foi o pior dos tempos, foi a primavera da esperança, foi o inverno do desespero”. Essas linhas do parágrafo de abertura de “Um conto das duas cidades” de Charles Dickens poderiam muito bem descrever o estado da indústria mundial de private equity hoje, enquanto os general partners (GPs) lutam para lidar com o impacto do COVID-19.

Quando a pandemia atingiu a Europa em Março e Abril, a principal prioridade para os GPs era garantir liquidez para as suas carteiras. “O foco estava na avaliação e na contenção e a nova atividade congelou bastante”, diz Joana Rocha Scaff, chefe de private equity para a Europa da Neuberger Berman. Depois de os bloqueios diminuírem em Maio, a situação estabilizou. Tanto a Reserva Federal dos EUA, como o Banco Central Europeu injetaram dinheiro no sistema, o que ajudou a evitar crises de liquidez. Em Setembro, a atividade de investimento retomou, mas num ambiente diferente do que quando a descrição de Dickens se tornou adequada. Tem havido uma divisão clara entre os setores. Alguns, como a  restauração, hotelaria e viagens, parecem prontos para um inverno de desespero. Outros, como empresas baseadas na Internet, parecem ser resilientes e até mesmo beneficiarem da pandemia. “Um restaurante onde as receitas são impulsionadas pela densidade de clientes num local físico está obviamente numa posição muito diferente do que uma empresa que vende software B2B”, disse Jim Strang, presidente da EMEA da Hamilton Lane, a empresa de consultoria de investimentos alternativos. Algumas empresas nos setores mais afetados tiveram que tomar medidas drásticas. Uma empresa de parques de caravanas do Reino Unido gravemente afetada, sem clientes turísticos, por exemplo, ofereceu alojamento a funcionários-chave para os quais o clube de caravanas estava mais perto dos seus locais de trabalho. 

Related Articles