O Laboratório de Hidrobiologia e Ecologia do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), no Porto, foi, recentemente, distinguido pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças CDC Atlanta

O Laboratório de Hidrobiologia e Ecologia do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), no Porto, foi, recentemente, distinguido pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças CDC Atlanta, agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

A entidade atribuiu ao laboratório da Universidade do Porto (U.Porto) um “Certificado de Desempenho”, que distingue a participação portuguesa em vários exercícios de intercalibração realizados, durante o ano de 2014 no âmbito do programa “Ensuring the Quality of Urinary Iodine Procedures” (2014EQUIP).

Numa nota publicada no site de notícias da Universidade do Porto, a instituição explica que a distinção reconhece o laboratório portuense “como parceiro capaz de realizar, com sucesso, o doseamento de iodo em urina humana através de um dos métodos certificados para o efeito”.

Segundo a U. Porto, o doseamento de iodo na urina “é o método mais expedito para a avaliação do estatuto em populações humanas”, sendo particularmente importante porque “a deficiêcia em iodo pode conduzir a atrasos no desenvolvimento físico e mental das crianças e, mais tarde, ao bócio”.

Liderado por Adriano Bordalo e Sá, o Laboratório de Hidrobiologia e Ecologia do ICBAS, que entrou em atividade em 1993, faz parte de um restrito grupo entre 183 laboratórios mundiais que participaram no programa.

 

Por boasnoticias.pt, 31 Março 2015