O Conselho da Diáspora Portuguesa reuniu-se no seu sétimo encontro anual para debater um novo sistema de produção e consumo, no dia 20 de Dezembro de 2019, no Palácio da Cidadela, em Cascais.

Em 2019 o debate do Encontro Anual focou-se nos desafios que se colocam à transição para uma economia digital, ambientalmente sustentável e um novo sistema de produção e consumo, de baixo desperdício e alto desempenho, que respeite os limites dos recursos ambientais, e ao mesmo tempo garanta as aspirações de progresso e conforto conquistadas pelas sociedades ocidentais nas últimas décadas.

Moderados pela jornalista da RTP, Cristina Esteves, os painéis de debate centraram-se nos seguintes temas:

Reinventar a cadeia de produção, com David Lopes (FFMS – Fundação Francisco Manuel dos Santos), Fernanda Ferreira Dias (DGAE – Direcção-Geral das Actividades Económicas), Isabel Braga da Cruz (Universidade Católica), Isabel Furtado (COTEC Portugal).

Servir o consumidor responsável, com Pedro Bidarra (Wengorovius&Bidarra), Pedro Pereira da Silva (Pick n’ Pay África do Sul), Rita de Sousa Coutinho (Walmart China).

O Encontro teve ainda um momento dedicado às cidades inteligentes, com uma entrevista ao Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, realizada pela jornalista Cristina Esteves.

O Presidente Honorário do Conselho da Diáspora e Presidente da República, e o Vice-Presidente Honorário participou na cerimónia de encerramento e o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros na cerimónia de abertura.

“A nossa vocação é sermos uma plataforma entre culturas, civilizações, continentes e oceanos (…) e porque somos esta plataforma, somos cada vez mais importantes”, relembrou Marcelo Rebelo de Sousa. 

Já Augusto Santos Silva referiu que “uma das realidades menos conhecidas do país é o contributo da diáspora para o crescimento económico de Portugal.”

O Presidente da Direcção do Conselho da Diáspora Portuguesa, Filipe de Botton, reflectiu sobre o papel do Conselho para o país, afirmando que a organização “conseguiu pôr a diáspora na agenda do dia ao longo dos seus oito anos de actividade”.

Para além de metade da rede de Conselheiros de Portugal no Mundo, no evento estiveram presentes reconhecidos e influentes líderes do sector empresarial, academia, cultura, decisores públicos e organizações não governamentais, que contribuíram para o enriquecimento da discussão.

No dia anterior, os Conselheiros de Portugal no Mundo foram recebidos pelo Senhor Ministro dos Negócios Estrangeiros no Palácio das Necessidades. 

Em anos anteriores o Encontro Anual do Conselho da Diáspora lançou temas de debate como o Talento Português, a Competitividade e Investimento em Portugal, Liderança e Diversidade, Cibersegurança, Gerir na Era Digital, Diplomacia Cultural, Competências para o século XXI, o Desenvolvimento da Indústria Audiovisual em Portugal, Portugal como Nearshoring Go-To-Country, Prevenção da Doença e Promoção da Saúde ou Mobilidade Inteligente numa Economia Verde.

Por Conselho da Diáspora Portuguesa, Janeiro de 2019

Related Articles