O edifício que alberga a equipa do projecto Alchemy, composta por invesigadores da Universidade Católica e da empresa Amyris, foi inaugurado este mês. A equipa desenvolve novas moléculas a partir de resíduos que tenham elevado interesse comercial.

Entrado em funcionamento em março de 2019, o novo edifício alberga o Centro de Biotecnologia e Química Fina da Universidade e a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto, bem como a equipa do projeto Alchemy, que integra investigadores desta escola e da empresa Amyris Portugal, e que desenvolve a partir de subprodutos/resíduos novas moléculas que tenham elevado interesse comercial para as indústrias alimentar, cosmética, industrial e farmacêutica.

Implantado numa área superior a 7.600 metros quadrados divididos em cinco pisos, o edifício está equipado com 90 laboratórios e salas de aula.

Alchemy resulta de uma parceria entre a UCP, a Amyris, liderada pelo Conselheiro da Diáspora Portuguesa, John Melo, e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e conta com financiamento privado, bem como do Portugal 2020 e do Programa Operacional de Desenvolvimento Regional (FEDER).

A inauguração do edifício de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa (UCP) e a atribuição do Doutoramento honoris causa à professora Manuela Veloso, que se tem destacado na área da inteligência artificial, robótica e computação, decorreram no início do mês na presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

Por Jornal Económico e Conselho da Diáspora Portuguesa, Fevereiro de 2020

Related Articles