Empresa: Universidade de Cambridge

País: Inglaterra

Área: Ciência

Gonçalo licenciou-se em Química, na Universidade de Lisboa em 2004 e mudou-se para a Universidade de Oxford, Reino Unido, onde completou o seu doutoramento (D.Phil.) em 2008, sob a orientação do Prof. Ben Davis. Em Oxford, trabalhou no desenvolvimento de reacções para modificação selectiva de proteínas, tendo sido premiado com uma bolsa Marie-Curie para os seus estudos de pós-doutoramento com o Prof. Peter H. Seeberger.

Após um curto período em Portugal a trabalhar como Líder de Grupo na Alfama Lda. (uma empresa spin-out dedicada ao desenvolvimento de moléculas libertadoras de monóxido de carbono), Gonçalo mudou-se para a ETH, Zurique, para se juntar ao grupo do Prof. Dario Neri. Na ETH, e como membro da EMBO, desenvolveu novos conjugados de anticorpo-droga para tratamento direcionado do cancro.

Gonçalo recebeu uma Bolsa Royal Society University Research em 2013 e iniciou o seu grupo de investigação na Universidade de Cambridge. Foi nomeado Professor Assistente em junho de 2018 e promovido a Professor Associado em junho de 2019.

Em simultâneo, Gonçalo fundou e é Director da Unidade de Biologia Química e Biotecnologia Farmacêutica do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa. Divide o seu tempo entre os seus laboratórios em Cambridge e Lisboa, e lidera um programa de investigação na interface da química e da biologia com foco no desenvolvimento de novas reações para a construção de novos conjugados de anticorpo-droga para o tratamento de cancro.

Gonçalo é também Fellow do Trinity Hall.

Publicou mais de 150 artigos e recebeu diversos prémios ao longo da sua carreira, entre os quais o Prémio Jovem Investigador na Academia da Federação Europeia de Química Medicinal (2013), a Medalha de Prata do European Young Chemist Award e Prémio Europeu em Chemical Biology da RSEQ (ambos 2014), o prémio Chem Soc Rev Emerging Investigator Lectureship, o Royal Society of Chemistry Harrison – Meldola Memorial Prize (ambos em 2016) e ainda o MedChemComm Emerging Investigator Lectureship ( 2018).

Pelos seus esforços na investigação translacional, Gonçalo foi reconhecido pelo Ministério da Saúde de Portugal pelos serviços relevantes para a Saúde Pública e Medicina e recebeu uma prestigiosa Starting Grant do European Research Council.

Finalmente, Gonçalo é um empreendedor e fundou duas empresas com base em tecnologias descobertas no seu laboratório e está no SAB de vários empresas de biotecnologia.

É membro do Conselho da Diáspora desde 2020.