O Conselheiro da Diáspora foi agraciado com a medalha da Foreign Policy Association pela sua carreira internacional desenvolvida em vários países, bem como pelo trabalho na expansão do conhecimento público dos assuntos e económicos e financeiros internacionais.

A Foreign Policy Association é uma organização não partidária norte-americana, cujo trabalho se foca na educação pública e assuntos internacionais. Com sede em Nova Iorque, galardoa anualmente figuras internacionais de renome. Na lista de outros distinguidos com medalhas estão personalidades como o presidente da câmara de Nova Iorque Michael Bloomberg, o presidente da Reserva Federal de Nova Iorque, Timothy Geithner, ou o ex-presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet.

Horta Osório é atualmente presidente do Conselho de Administração do banco britânico Lloyds, que apresentou resultados no mês passado. O lucro líquido do grupo aumentou 24% para 4.400 milhões de libras (5.064 milhões de euros) em 2018, face a 2017. O forte plano estratégico compensou a diminuição de 35,4% nas receitas, para 22.091 milhões de libras (25.426 milhões de euros).

Na altura, o português afirmou que 2018 “foi um ano forte a nível estratégico e financeiro” e importante para a afirmação do banco no mundo digital, na sequência da aplicação da terceira fase do seu plano estratégico, que prevê um investimento superior a 3.000 milhões de libras (3.453 milhões de euros). “Registámos mais um ano de subida do lucro, assim como de fortalecimento do capital, e como resultado pudemos recomendar a distribuição de dividendos mais altos aos investidores”, disse.

 

Por ECO, Março 2019

Related Articles